SOMOS MAIS DO QUE UMA ESCOLA DE FOTOGRAFIA

 

SOMOS um hub de fotografia: um espaço para o encontro de pessoas que criam, compartilham, empreendem e trabalham juntas.

SOMOS uma Galeria. Por aqui circulam diferentes artistas, durante todo o ano, nas 8 exposições que compõem nosso calendário.

SOMOS um laboratório de impressão digital. Aqui trabalha um dos mais renomados impressores de fotografia fineart.

SOMOS abrigo e morada para uma agência de audiovisual; para um site de notícias construtivas; e para uma produtora cultural e artística. 

SOMOS Ateliê Aberto. Somos Cine Oriente. Somos Soror. Somos muitos.

SOMOS, mais do que tudo, apaixonados por aquilo que fazemos!

 
 

promovemos experiências, trocas e aprendizagem a partir da fotografia, do cinema e das artes.

 
 

OS ORIENTES

 Ana Dalloz, sócia do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

ana dalloz

Fotógrafa. Mestre em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da UFRJ e Bacharel em Fotografia pelo Senac SP. Trabalhei durante muitos anos com arte e educação, em projetos que envolviam fotografia e inclusão visual, mais especificamente no Projeto Cidade Invertida (SP) e no Instituto Moreira Salles (RJ).  Atualmente estou à frente da Coordenação da Escola do Ateliê Oriente, o que me faz ser múltipla em vários sentidos. Eu gosto de trabalhar com essa multiplicidade. Me lembra um pouco o meu outro eu: meu lado mãe. Também me mostra que eu posso ser adaptável e me faz descobrir novas coisas.

Meus maiores interesses na fotografia são: a fabulação que podemos fazer a partir dela, sobretudo na arte contemporânea e a paisagem (entendida como um campo que vai além da natureza).

 Kitty Paranaguá, sócia do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

kitty paranaguá

Tenho quase 40 anos dedicados à fotografia. Trabalhei durante 4 anos como repórter fotográfica no Jornal do Brasil. Os anos de experiência no jornal conduziram a minha vida que foi sempre pautada pela fotografia. Trabalhei para agências, indústrias, fiz muita foto de arquitetura e interiores, e a partir de 2000 comecei a desenvolver o meu projeto pessoal. Após tantos  anos dedicados a fotografar para os outros senti necessidade de buscar o meu caminho e minha forma de expressão.

O Ateliê Oriente nasce de encontros que foram feitos a partir de um tema que move todos nós:a fotografia. Este amor que nos uniu tem servido de combustão e nos levado a ampliar o raio de ação do Ateliê. Queremos cada vez mais fazer, pensar, falar, ensinar, aprender e  refletir sobre a imagem, tornando este espaço um campo fértil e acolhedor.

 Paulo Marcos, sócio do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

Paulo marcos

Comecei a mexer com fotografia em 1974 ao mesmo tempo que me dedicava ao teatro. Achei que iria ser ator, mas em 1977 fui fazer uma faculdade de fotografia nos EUA e desde 1978 fotografo profissionalmente. Trabalhei como fotógrafo contratado para as revistas Manchete e Veja-Rio e para o jornal O Dia.
Fui editor de fotografia do Dia, o Globo, LANCE! ,TV Globo e Brasil Econômico. No LANCE!

Fazer e ensinar fotografia são as tramas da corda que me ata à fotografia. Me interesso por ensinar o que já aprendi e aprender sobre e com os novos fotógrafos, o que se está produzindo em outros lugares, e os trabalhos realizados pelas infinitas possibilidades que as novas tecnologias trazem. Convergências de mídias, de suportes, de narrativas. Tudo junto, tudo pulsando.

 Thiago Barros, sócio do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

Thiago Barros

Formado em Comunicação Social na UFRJ e mestrando em artes visuais na UERJ. Professor de fotografia e laboratório desde 1999. Fotógrafo e Laboratorista de Preto e branco desde 1994 e Impressor digital desde 2009.

Dentro da fotografia, maior interesse nas Artes Visuais. Aptidão e desejo para realização de trabalhos manuais e projetos híbridos que misturam arte e tecnologia. Grande interesse em intercâmbios e projetos internacionais.

A equipe

 Lívia Kessedjian, assistente do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

Lívia Kessedjian

Tenho 28 anos, sou carioca criada no interior do estado. Formada em Direito, pós-graduanda em Fotografia e Imagem, fotografo há 5 anos.

Trabalho no Ateliê Oriente desde setembro de 2016.

Estar aqui mudou muito minha forma de enxergar a fotografia e minhas preferências artísticas. Desde o ano passado comecei a pensar e desenvolver trabalhos autorais e venho buscando me aprofundar mais na fotografia e em todos os tipos de arte.

Adriana Braga

Trabalha como representante comercial da GO.

 Amanda Santos, assistente do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

Amanda Santos

Fotógrafa. Mãe da ísis e da Meg (filha canina).

Apaixonada por contar histórias. Faço isso com toda dedicação, carinho e prazer. Acredito na família, no amor e no poder de seguir junto, e dividir a vida . Acredito na conexão de boas energias e na forçar da união de ideais para fazer um mundo melhor, e sei que ele tem jeito. Basta começarmos por nós e nossas memórias e laços. Nos unirmos e criar conexões com quem nos identificamos, por a mão na massa e fazer acontecer.

Acredito em nosso propósito e missão. A minha? A minha missão é fazer da minha fotografia um fio condutor para criar laços entre famílias e contar grandes histórias.Pois as lembranças nos movem, motivam e mudam à quem tem contato com elas, sendo suas próprias ou não. Através da minha fotografia trago boas energias e entrego esperanças.

 

 Monica Ramalho, assessora de comunicação do Ateliê Oriente, escola de Fotografia RJ

Monica Ramalho

Jornalista com mais de 20 anos de carreira e passagens por redações e gravadoras, sou curadora artística desde 2010. Enveredei pelo universo da fotografia há pouco mais de dois anos.

Estou à frente da Belmira Comunicação desde 2009, cuja principal atividade é assessoria de imprensa, e acabo de ganhar um sócio. Estamos acreditando muito nessa parceria. Mais algumas informações avulsas que ajudam a me conhecer: sou solteira, 41 anos, gosto de ler, de conversar, de ver filmes no cinema, de fazer exercícios, de fazer amigos e de cuidar da minha alimentação e da Memel, uma daschund que fará 14 anos em fevereiro.

Os professores

Bom, os professores merecem uma página à parte. Venha conhecê-los!